Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

10 medidas que podem tornar o Brasil mais competitivo

1. Investir em educação
Equipes educadas e bem formadas utilizam melhor os equipamentos e são mais produtivas. Para isso, é preciso aumentar a qualidade da educação básica, ampliar a oferta do ensino profissional e formar mais engenheiros e graduados em cursos superiores tecnológicos industriais.

2. Ambiente macroeconômico
O país precisa de fundamentos macroeconômicos sólidos para reduzir incertezas sobre o futuro e gerar confiança para o investidor. Além da redução dos juros, é necessária uma política fiscal austera com diminuição dos gastos públicos, o que permitirá reduzir a carga tributária. Essas medidas vão gerar um ambiente mais propício aos negócios e um aumento da taxa de investimentos.

3. Eficiência do Estado
Um estado ineficiente impacta a competitividade das empresas brasileiras à medida em que extrai recursos das empresas em quantidade superior à necessária, o que reduz a eficiência, e oferece serviços públicos de qualidade insatisfatória, como a educação, a infraestrutura e a segurança pública, por exemplo. É preciso aumentar a participação dos investimentos na composição dos gastos públicos.

4. Segurança jurídica
A falta de clareza sobre os direitos e deveres e as crescentes alterações nas legislações e nos marcos regulatórios são prejudiciais à competitividade. Os investidores precisam ter confiança de que as instituições vão garantir o direito vigente.

5. Desenvolvimento de mercados
A participação no comércio internacional induz o aumento da produtividade e a capacidade de inovação. O país tem o desafio de facilitar o acesso a mercados, por meio da desburocratização de procedimentos referentes ao comércio exterior e da negociação de acordos que levarão a uma maior integração às cadeias globais.

6. Relações de trabalho
A legislação trabalhista brasileira é defasada, rígida e juridicamente insegura. São necessárias regras modernas e claras para promover não só a eficiência da economia, como o bem-estar do trabalhador.

7. Financiamento
As empresas brasileiras ainda enfrentam dificuldades para financiar suas atividades produtivas, tanto em relação aos custos e prazos, quanto pelo acesso. É preciso ter disponibilidade de recursos para investimentos e um sistema financeiro capaz de intermediá-los com baixo custo.

8. Infraestrutura
O sistema logístico é ineficiente e prejudica a competitividade do produto brasileiro. O país precisa de uma logística eficiente que permita a relação das entregas de insumos e a distribuição do produto final com segurança e em prazos adequados.

9. Tributação
O Brasil tem uma das maiores cargas tributárias do mundo. Para estimular os investimentos, é preciso ter um sistema tributário mais simples e menos oneroso. O desafio é alcançar um equilíbrio entre a necessidade de arrecadação do estado e a manutenção de um bom ambiente de negócios.

10. Inovação e produtividade
A produtividade é o aspecto que mais depende da ação da própria empresa. E para obter ganhos contínuos de produtividade, a empresa precisa inovar, seja introduzindo um novo bem ou serviço, seja melhorando seus processos. O país precisa de um ambiente institucional e uma estrutura de financiamento e incentivos à inovação de empresas de todos os portes.

(Agência CNI de Notícias – 25/11/2015)

Login